Thursday, May 20, 2010

Além da imaginação

Enquanto o papel sorria e a pena deslizava entre os dedos
Sacudi a poeira das lembranças mais recôndidas
Encontrei arrepios, sensações extravagantes e suaves
Juntei os pedaços espalhados, sem-sentido
Inventei outro planeta, loucamente impossível

Parada frente aos redemoinhos de ventos frios e cinzas
Cantei com os passarinhos, voei pela imensidão do céu
Peguei um giz de cera e logo colori minhas asas
Adornei com brilhantina e festejei dando gargalhadas

O dia durava meses de muita correria e aprendizagens
Então surgia a noite, que ficava cerca de algumas semanas
Sempre chovia quando a tristeza aparecia
Mas o alegre arco-íris renovava a alma e o ar
E tudo o mais era magia, fantasias reais a encantar

11 comments:

Vanda said...

Belo e singelo, adorei o poema!!
Um grande abraço!

Viík said...

Amei o poema, muito bem expressado. Continue escrevendo assim! *-*

Ana Maria said...

Obrigada por nos presentear com tamanha beleza!

Beijos da Ana

mulherices said...

Incrível como encontramos gente talentosa pela internet afora. Parabéns, menina!
Adorei o poeminha - nos agracie com outros e avise quando houver novidades
Lílian Buzzetto, do Mulherices.

Fabricio bezerra da guia said...

Parabéns.Eu gosto de ver pessoas que escrevem bem e gostam de descrever idéias

Fabricio bezerra da guia said...

Parabéns.Eu gosto de ver pessoas que escrevem bem e gostam de descrever idéias de um jeito bem criativo

Carolina said...

Que beleza! Muito leve e suave! Parabéns poetiza!

Nadja said...

Que lindo, Tania! Voce sempre escreve muito bem, mas gosto mais qdo vc se inspira na harmonia e beleza das coisas mais singelas, criando poemas leves, suaves e gostosos de ler. Parabéns!Gostei mto! Bjs

Barbara said...

Adorei o post.

samuel said...

Boa noite.

Adicionei seu link em meu blog

http://travelishere.wordpress.com

Se voce puder retribuir com o link abaixo ficarei agradecido.

Pacotes Turisticos
www.onlineviagem.com.br

viagra generico said...

Muito bom parabens pelo blog.