Friday, December 5, 2008

Da sela sem rédeas à cela


O âmbito da existência
Revela limites na ciência
A qual nada detém
Além de compilações lingüísticas

O cuidado torna-se caótico
Na falta sintônica interior-exterior
Nada se evidencia ao semblante óptico
Mas a ordem instintual põe-se inferior

De resto pesa às palavras
Simbolizar e dar sentido  
Ao que disto fora excluído 
Já na formação do significante
~

7 comments:

André said...

o homem nasce sofrendo e morre sofrendo...por que nao aproveitar quanto esta vivo.
www.blogdaincerteza.blogspot.com

Laerson Cruz said...

Junte dinheiro e riquesas, curta ao maximo sua vida...

http://visaogeral.net/

Gisela Melloso said...

Viver a qualquer custo, e tentar mudar e entender o mundo!!!

Parabéns abração

Marcio Santos said...

OI!
aceito sim!

adiciona meu banner que eu add o teu,
me avisa
vlw

http://paginadacomedia.blogspot.com

nalinhadefundo said...

o negocio eh curtir o maximo da vida

e melhor do que isso
Carpe Diem

\o//
http://nalinhadefundo.blogspot.com/

Marcio Santos said...

e ai cara!
o seu tbm ta add!

vlw

http://paginadacomedia.blogspot.com

André said...

amiga, fiquei lijonseado com o convite. este blog é apenas um rascunho do que estou tentando colocar em pratica. seria constrangedor para voce colocar seu link la. estou lançando um lixo. estou me aperfeiçoando. o teu trabalho é cabeça. me interessa fazer uma ligaçao. acho que em alguns dias vou estar com algo que preste. voce é terceira pessoa e pode deixar: vou ficar orgulhoso em ter um banner ou um link para voce e vice versa...sou viciado em gente culta(fã)...ate mesmo me torno preconceituoso...deixa eu me ajeitar que te dou retorno.por enquanto to envergonhado. abraços andre